Atacama – Geysers del Tatio

Quando eu estava planejando a viagem para o Atacama, confesso que fiquei muito em dúvida se valeria a pena ou não fazer esse passeio. Acordar de madrugada, enfrentar um frio absurdo não me parecia muito convidativo. Mas eu vou contar como foi a minha aventura, e vocês tirem suas próprias conclusões, ok?

Os geysers ficam numa bacia geotérmica, considerada a maior do hemisfério sul, que se localiza a aproximadamente 90 km de San Pedro, numa altitude de 4.290 metros.

Como o fenômeno acontece de manhã, o passeio sai muito cedo, por volta de 04:30 da manhã, com tudo ainda bem escuro. Na chegada do parque é necessário pagar a taxa de acesso, que é de CLP 10.000 para estrangeiros (somente estudantes chilenos têm desconto).

Nessa hora faz um frio absurdo, uns -16º C, sem brincadeira. então, aconselho ir bem agasalhado.

Os geysers são o resultado do contato de rios quentes subterrâneos com rochas geladas, que faz com que a água jorre e haja bastante vapor no local. Os geysers não são fixos: eles nascem e morrem, como se mudassem de local.

É muito importante seguir as instruções do guia, principalmente no que diz respeito à segurança. Vários acidentes aconteceram no local, muitos deles fatais.

É importante seguir as recomendações de segurança

Depois de ver os geysers, fomos para uma espécie de lago, à beira do qual nosso guia preparou um café da manhã, e desafiou a quem quisesse tomar banho nas águas termais. Lógico que eu fui.

A imagem mostra os vestiários onde você pode se trocar para entrar nas águas termais

O lago é agradável, a água é bem quentinha, principalmente próximo da sua fonte. O problema maior é sair de lá de dentro, molhado, num frio fenomenal, e tentar vestir todas aquelas roupas com o corpo ainda meio molhado. Então anotem as primeiras duas dicas: 1) levem uma toalha com boa capacidade de absorção e 2) saia da água só depois que o sol estiver batendo no lago.

Na volta para San Pedro são feitas duas paradas. A primeira delas é no Vale do Rio Putana, cuja nascente também é térmica.

A segunda parada é no povoado inca Machuca, muito charmosinho onde vendem espetinhos de lhama, para quem quiser experimentar (não lembro o valor, mas acho que era CLP 5.000 cada), e geralmente tem alguém com uma lhama cobrando por fotos. Eu só tirei fotos do local mesmo.

Em todo o caminho de volta é possível ver vários animais, principalmente vicunhas, vizcachas e guanacos. Fique atento à natureza e aproveite a viagem. O retorno à San Pedro é por volta do meio dia, hora de procurar um belo almoço (tem sugestões de onde comer nesse post).

Algumas dicas:

  • Vá bem agasalhado e vestido por camadas. De madrugada o frio é intenso, mas depois que o sol nasce a temperatura vai subindo. A amplitude térmica pode variar de -20º C a 25º C durante o passeio, por isso é importante ir tirando algumas camadas à medida que o dia esquenta;
  • Lembre-se sempre do protetor solar. O frio engana muito;
  • Leve uma toalha com boa capacidade de absorção para entrar no lago térmico. Eu recomendo que entre, afinal, quando você terá essa chance novamente?
  • A variação de altura pode te deixar meio enjoado. Evite se alimentar demais e converse com seu guia a respeito de como fazer para amenizar os efeitos da altitude;
  • Ainda devido a altitude, evite muito esforço físico, principalmente os repentinos como agachar e levantar muito rapidamente, ou mesmo correr;
  • Faça perguntas ao guia. Isso estimula que eles falem mais curiosidades e histórias, e eles adoram isso! Mostra que você está interessado no passeio.
Vá bem agasalhado!

Respondendo à pergunta do início: os Geyser del Tatio são uma atração inesquecível do Atacama, então, se tiver tempo suficiente, inclua no seu roteiro. Entretanto, se a sua viagem for curta, eu diria para colocá-lo mais pro final da lista de prioridades #tiocalebesincero.


Receba novidades no seu email:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s